Grace

My fading voice sings of love,
But she cries to the clicking of time
Of time

Flores secas espalhadas em cima de uma mesa, um altar
Eu rezei uma Ave-Maria numa velha igreja, perto de casa,
E voltei caminhando amaldiçoando os Deuses sob luzes amarelas,
Todas as noites, ao voltar para casa, num velho jardim…numa velha igreja,
Eu peço que a minha Graça venha até mim, como uma criança com Fome.
Os ônibus continuam passando, lotados de pessoas comuns,
No silêncio de cada dia num delírio religioso, eu desejo minha Graça,
Subindo na cabeça, estou como em um dia de fúria então talvez…
Eu volte para aquela velha igreja e reze mais três ave-marias

Talvez, eu confesse todos os meus pecados, talvez o padre me diga,
“Filha, Amar não é pecado. Pecado é Amar em vão”,
E voltarei para casa no meio da noite, confusa e sem meias palavras,
Em vão eu vejo minha Graça atravessando a rua, em vão, eu amei aquela visão,
Então no retorno de casa eu rezo três Ave-Marias…Oh Senhor…não vê meus lábios?
Tremendo de frio…a Graça me atingiu ao longe e eu nem pude alcança-la…

E eu vejo os passáros a voarem no céu, e eu penso no tempo,
Ele voa tão distante como uma ave de rapina imponente,
Estou com os ombros desnudos esperando o Tempo voar…tão suave…
A Graça…eu a sinto sussurrando sua conversa em meus ouvidos,
Tão calmamente repousa em meus ombros, com seus olhos pequenos,
Tão suaves e escuros, minha Graça me olha nos olhos, em meu sonho,
Minha Graça me alcança, me toca como arco-íris repousando numa montanha,
E a Graça chama meu nome numa canção suave desconhecida, e eu me lembro,
Do rastro de perfume que ela deixou quando me disse Adeus, quase sorrindo.

Wait in the fire…Wait in the fire…Wait in the fire…

Com seus olhos pequenos e inquietos a Graça beijou meus ombros,
Deixou-me esperando debaixo de uma chuva gelada, com trovões cantando ao fundo
Mas o raio iluminou a noite e no clarão eu vi a Graça me observando nas sombras,
E quando eu fecho os olhos, nós comungamos o pecado como crianças na Eucaristia.

Ave Maria, Ave Maria,
Heute sind so viele ganz allein. Hoje há muitos sozinhos.
Es gibt auf der Welt so viele Tränen, há sobre a Terra tantas lágrimas,
und Nächte voller Einsamkeit. e noites cheias de solidão.
Und jeder wünscht sich einen Traum, E cada um deseja a si um sonho
voller Zärtlichkeit. cheio de ternura.
Und manchmal reichen ein paar Worte, E às vezes bastam algumas palavras
um nicht mehr so allein zu sein, para não mais se estar tão sozinho,
aus fremden Menschen werden Freunde, e de desconhecidos os homens tornam-se amigos
und grosse Sorgen werden klein. e grandes preocupações tornam-se pequenas.
Ave Maria. Ave Maria
Ave Maria. Ave Maria
Kalt ist die Reise durch die Nacht. Fria é a jornada pela noite.
Es gibt so viel Wege zu den Sternen, Há tantos caminhos para as estrelas,
und jeder sucht eine Hand, die ihn hält. e cada um procura por uma mão, que lhe acalente.
Vielleicht ist jemand so traurig wie du, Talvez haja alguém tão triste quanto você,
komm, und geh auf ihn zu. venha, vá ao encontro dele.
Verschliess heut nacht nicht deine Türen, Não feche esta noite as suas portas,
und öffne heut dein Herz ganz weit e abra bem o seu coração hoje
und lass den anderen Wärme spüren, e deixe os outros sentirem o calor
in dieser kalten Jahreszeit. nesta fria estação do ano.
Ave Maria. Ave Maria.

PS: Nas minhas pesquisas randômicas dos últimos dias, tenho me voltado para o misticismo, pois estou estudando arte religiosa(barroco), então eu encontrei uma canção de Ave-Maria em Alemão. E eu achei muito bonita, mas muito mesmo, inclusive muito melhor que a oração tradicional. Então esta canção passou a ser minha oração, mas eu faço isso em português, porque eu sou uma negação em alemão. E de quebra eu dilacero meu coração ouvindo Jeff Buckley. Grace é uma canção sobre a espera…uma canção sobre crenças, uma canção sobre o tempo e o Amor.

Anúncios

2 comentários sobre “Grace

    1. Engraçado, eu não gosto muito dele, não achei que foi bem escrito. Mas, eu gosto de publicar aquilo que eu não gostei, é até um exercício, gosto de reler todas as coisas que e u escrevi, e o engraçado, é que eu faço isso inclusive com os ruins. Hehehehhehe. A música Grace me dá muitos estados de “espírito”, vamos assim dizer, e eu tentei traduzir este estado num poema irregular. 😀 Abraços!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s