Canción de Cuna

Durma Bem!Que seus sonhos sejam vivos.
Durma bem!Não acorde assustado no meio da noite,
E se isso acontecer, tome um copo d’água,
Sente na beirada da cama e escute o silêncio.
Fique imóvel por um tempo, não pense em nada,
E por cinco minutos, cinco minutos, permaneça nessa forma.
Aprecie o silêncio, ele pode ser surreal e bonito nessas horas.

Amor, quando se deitar novamente, acorde apenas no outro dia.
Durma bem… Meu Amor!Imagino que seu colchão seja macio e acolhedor.
Durma bem!Que sua coberta o mantenha bem longe do frio, por mais que goste dele,
Ele pode te deixar doente. Amor, se agasalhe nas noites frias, frias e bonitas
[Deus sabe que não suportaria te ver mal, então, escute meu conselho]

Quando as cobertas não forem suficientes, encolha o seu corpo como uma criança,
Você sabia?Sabia que muitas vezes precisamos nos aconchegar em si mesmos?
Se encolha Meu Amor!Encoste seu rosto na palma da mão, e durma como uma criança.
Durma bem meu Amor!Faça um casulo com suas cobertas, durma feito uma lagarta!

Não tenha medo, não tenha medo de nada, se aqueça, feche os olhos e volte a sonhar.
Durma bem!Sabe porquê?Porque amanhã é outro dia, um novo dia, uma nova jornada.
Durma bem Querido!Está ventando lá fora, consegue ouvir?Consegue ouvir as folhas?
Uma tempestade está se formando, e então os trovões estão aos berros!
Amor, você sabia?Você sabia que eu acho lindo o clarão de um raio?
Durma Bem nesta noite chuvosa!Nesta e nas próximas!Que o barulho da chuva,
Este divino e cheiroso barulho de chuva, lhe acalme, seja um bálsamo na noite.
Acalme tua alma inquieta, caso tenha algo que esteja lhe fazendo perder o sono.

Quando estiver confuso, e a chuva acontecer, Meu Amor, se aproxime da janela!
Amor…consegue ver então?Olhe lá fora!Está tudo escuro!Você consegue enxergar?
[Os relâmpagos estão caindo e iluminarão este lugar, e você enxergará…então…]
[Então consegue ver algo Meu Amor?Sinta só!O cheiro de Ozônio!Não é bom?]
[Amor, nesse clarão, nesse segundo iluminado, saiba que não está sozinho]
[Quando olhar pela janela, abra bem seus olhos, e verá que tudo estará lá]
[As ruas, os prédios, veja as árvores balançando!Amor, isso é lindo não é?]

[Querido, quando abrir a janela, não hesite, deixe o vento acariciar seu rosto!]
[E então, você se recordará, o quanto isso é bom!]
Durma bem querido!São poucas horas de sono que você dorme todos os dias.
Eu me lembro, eu me lembro que você me disse que dorme apenas 5 horas,
Seus olhos querem se fechar, e você tem apenas algumas horas, apenas 4-5 horas.

Durma bem Querido!Durma como uma criança, nessas suas poucas horas.
Nessas tuas poucas horas sensatas, eu lhe desejo sonhos felizes,
Nessas tuas poucas horas de ouro, eu lhe desejo sonhos com notas musicais,
Uma canção de ninar meu amor!Uma canção nos braços do teu sono.
Uma canção de ninar, uma doce canção, de olhos fechados e coração aberto.

Uma canção de ninar, estou sussurrando essa canção em seus ouvidos.
Eu não sei se você me ouve, mas eu canto ela mesmo assim!
Esta canção de ninar, estou sussurrando agora, te vendo dormir, em poucas horas.
Durma bem agora Meu Anjo!Pode suspirar devagar, bem devagar, seja suave…
Durma bem meu amor, porque amanhã…amanhã é apenas outro dia não é?

Durma bem!Saiba que quando sentir frio e não conseguir se aquecer, estarei por perto!
Uma canção de ninar…sonhos de mármore…grilos lá fora, chuva a cair!
Esta canção de ninar, eu estou escrevendo para ti. Eu poderia cantar,
Mas eu não sei cantar…por isso te escrevo, essa canção. É isso que eu sei fazer!
Uma canção de ninar, estou a sussurrar, me inclinando perto de sua orelha,
Consegue sentir minha respiração perto de ti?Você dorme tão suave!

Durma bem agora…nos braços acolhedores do sono!
Porque o que eu mais queria, é se acolhesse em meus braços,
Que em meus braços você se deitasse, e então, eu poderia te contar uma história.
Durma bem meu Amor…Meu amor… durma bem agora e acalme sua mente inquieta.
E é na escuridão da noite, na escuridão da noite estou escrevendo e cantando…
Essa canção, esse poema…uma canção de ninar!

Hoy me acuerdo…de tu risa y de tus ojos

Duerme, duerme, duerme en mis brazos tu sueño.

Duerme, duerme, duerme en mis brazos tu vuelo.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s