If

Se eu pudesse, gostaria de voar, igual um pássaro.

Pousaria em qualquer lugar, inquieta e solitária

[Apenas observando, apenas esperando]

Limparia minhas penas em cima de galhos secos e tortuosos,

E eu não me preocuparia com exatamente nada, porquê?

Porque afinal eu não tenho que me preocupar com nada.

E então eu poderia emitir um som, um canto de pássaro,

E talvez, talvez isso cativasse as pessoas!Talvez…quem sabe?

Porque a pressa, pode ver?A pressa não deixa ninguém reparar.

Mas não me importa, eu sou como um pássaro…continuarei…

Sempre…sempre cantando. Quem sabe?Quem sabe um dia?

Entendam tudo aquilo que eu tento dizer?

 

Se…se um dia quiser, do meu galho de árvore eu posso voar até seu ombro.

E então eu te contarei uma história, e talvez você poderá entender,

Tudo aquilo que eu tento te dizer, eu vou sussurar nos seus ouvidos.

Me deixe algo para que eu possa entender, pois eu sou pássaro,

E o seu cante eu estou tentando entender. Me diga então,

Qual a canção que eu devo cantar?Diga apenas se quiser,

Quando quiser, se um dia quiser…

Enquanto isso…eu apenas observo…de longe.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s