O verbo que não se conjuga e a cesta de pêssegos…

I’ve been looking so long at these pictures of you

that I almost believe that they’re real

I’ve been living so long with my pictures of you

that I almost believe that the pictures

are all I can feel…

Quando eu lhe vi impecável, intocável, como um verbo defectivo, tipo “colorir”, tente conjugar o verbo “colorir” no presente do indicativo, em primeira pessoa. Sua beleza é tão surreal quanto o verbo colorir no presente do indicativo, o vulgo “EU”. Tão belo que não consigo conjugar em palavras o que EU senti. Eu poderia até comentar o quão bonito estava vestido “like a gentleman”, o quão essas imagens vão me tirar o sono hoje a noite, mas eu sou tímida demais, seria muito cafona eu colocar o comentário “Tão defectível quanto o verbo colorir na primeira pessoa do indicativo.”

Eu estava conversando contigo, eu poderia lhe dizer isso, mas eu sou tímida demais, é verdade, acredite em mim quando eu lhe digo isso, e perto de ti eu me sinto tão pequena, que a única coisa que eu quero é que me abrace e me proteja do frio, porque eu me encolho feito uma criança com medo do escuro e minhas mãos tremem, e eu transpiro e suspiro alto. E eu me sinto tão viva quando conversa comigo. Eu não queria que você fosse embora, pois quando você vai embora é como a sensação que o bêbado teve quando eu roubei a bolacha dele. Só que ao invés de bolacha, você me rouba o sono, mas isso me faz bem, porque o sono que me rouba me faz sentir como nunca me senti antes, eu acordo bem, eu quero cada vez mais o dia de amanhã, eu não me sinto cansada, eu me sinto plena, eu posso voar assim sabia?Posso ir para um lugar só meu, e lá nesse lugar eu te vejo sentado com uma cesta de pêssegos à sua frente. E eu falo: “EAT IT!”. E eu fico lá, e frente de ti, cara a cara,com o queixo apoiado nas costas das mãos, só te observando…e a cada mordida sua,é o bater das asas de uma borboleta…

 

Se você achou shuffle, aleatório, a questão do pêssego, digamos que andei relembrando uma leitura leve…um trecho de um livro que eu li aos meus 17 anos, e eu prometi pra mim que um dia eu iria usar isso. Tenho segredos tão sutis… Quando descobrir esse texto, não fique assustado…

E caso você não goste de pêssegos, não tem problema… é apenas uma metáfora, e ela é maravilhosa, acredite…

 

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s